sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Tecnologia argentina do INTI chega ao Brasil para montar aros magnéticos, som direto para quem usa aparelhos auditivos

POR FAVOR PARA LER ESSA POSTAGEM ACESSAR
http://sulp-surdosusuariosdalinguaportuguesa.blogspot.com.br/2012/08/aro-magnetico-amplificador-de-inducao.html

5 comentários:

Elton Vergara Nunes disse...

Que excelente notícia. Tomara que a coisa se espalhe, finalmente, no Brasil. Acho que vocês (sulps) têm parcela nessa vitória.

soramires disse...

Elton, lamento informar que os SULP ,no momento, se resumem a uma pessoa. Muitos acompanham e apoiam sem dúvida, mas o trabalho de pesquisar e divulgar tem sido feito por mim. Encaro como um trabalho de voluntariado, um dever de divulgar o conhecimento acumulado.
E assim como encontro apoio também existem os críticos e quem sai na chuva é para se molhar...
Agradeço sua presença constante, lendo e divulgando o que coloco neste blog e nas redes sociais. Uma ajuda preciosa. Obrigada.

Cristina ferber vieira lessa disse...

Elton, boa noite! Tomara mesmo que a coisa se espalhe! Tem somente 1 ano que uso aparelhos auditivos e não vejo a hora de poder constatar a eficácia do aro magnético, e vc viu, de custo tão barato. É verdade que somente a Sonia tem pesquisado e divulgado e sem ela nada disso teria sido possível. Ela é persistente e tenaz e quando encara um objetivo segue em frente resoluta, mas ainda assim acredito que todos que participaram no início da luta contribuiram de forma preciosa para que tudo isso acontecesse. Grande abraço!

soramires disse...

Cristina , embora eu tenha seguido com o blog sulp, pesquisando e divulgando nossas necessidades nunca esqueço que nosso documento principal, nossa carta de apresentação foi um trabalho conjunto, feito com amor e cuidado por você pelo Drauzio, por mim e também pelas pessoas que pularam do barco na última hora. E fico feliz que você esteja usando aparelhos auditivos e que esteja bem adaptada. Abraços.

Cristina ferber vieira lessa disse...

Obrigada, Sonia!

Postar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO