domingo, 13 de junho de 2010

RUÍDOS MISTERIOSOS

Homem cobre o ouvido com a mão

Há décadas, pessoas em várias partes do mundo dizem aos médicos ouvir um roncar grave e persistente, de origem misteriosa e inexplicável.

Alguns acham que a culpa é do gás encanado ou das redes elétricas. Outros acreditam que seus ouvidos estão danificados, ou apelam para teorias conspiratórias para explicar o ruído.

Após anos de pesquisa, o audiologista David Baguley, do Addenbrooke's Hospital, em Cambridge, na Inglaterra, acredita ter chegado à origem do problema: os ouvidos de algumas pessoas estariam ficando supersensíveis, sugere o especialista.

Baguley disse que está trabalhando para desenvolver um tratamento para o problema usando técnicas de psicologia e relaxamento.

(...)

Sensibilidade

Baguley explica que cada um de nós possui um controle interno de volume, que nos ajuda a amplificar ruídos baixos em momentos de perigo ou de concentração intensa.

"Se você está sentado perto de uma mesa esperando pelo resultado de um exame e o telefone toca, você se assusta", disse. "Se está esperando o adolescente chegar em casa depois da festa, a chave na porta faz um barulho alto, porque seu volume interno está supersensível".

Segundo Baguley, este é um mecanismo em que nos apoiamos em momentos de tensão, quando queremos que nossos sentidos estejam em alerta máximo.

O problema, no entanto, ocorre quando um indivíduo foca sua atenção em um ruído inócuo de fundo, e este ato de concentração aciona o botão de volume interno, aumentando o som.

"Isso se torna um ciclo vicioso", ele explica. "Quanto mais a pessoa se concentra no barulho, mais ansiosa e temerosa ela se torna, o corpo responde amplificando ainda mais o som e isso causa ainda mais incômodo e estresse".


Fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/2009/05/090519_ruido_misterio_mv.shtml

4 comentários:

Cristina Ferber disse...

Gente, achei essa notícia interessante porque mesmo com perda auditiva podemos ter sensibilidade a um determinado tipo de som, que pode inclusive nos incomodar, e muito. Relaxar parece ser a melhor alternativa. Um abraço.

Rosária Mendes disse...

Adorei o blog descobri recentemente que tenho otosclerose e estava me sentindo totalmente isolada e perdida bom ter uma referencia pra possiveis consultas de modo prático.Ja estou te seguindo bjs http://simplepurplelife.blogspot.com

soramires disse...

Rosária este blog é seu...
Eu também tenho otosclerose e a gente aqui no blog procura pesquisar e informar. Volte sempre e um abração.

Cristina Ferber disse...

Rosária, espero que este Blog lhe seja útil sempre! Um abraço.

Postar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO